Reciclagem do Plástico – Como é Feita? Qual a Importância?

A reciclagem de plástico se refere ao processo de recuperação de resíduos de plástico e reprocessamento dos materiais em produtos funcionais e úteis.

O objetivo de reciclar o plástico é reduzir as altas taxas de poluição do plástico e, ao mesmo tempo, colocar menos pressão sobre os materiais virgens para a produção de novos produtos plásticos.

Continue a leitura e compreenda como ocorre este processo.

Importância da Reciclagem do Plástico

Os plásticos são materiais duráveis, leves e baratos. Eles podem ser prontamente moldados em vários produtos que encontram uso em uma infinidade de aplicações.

Todos os anos, mais de 420 milhões de toneladas de plásticos são fabricados em todo o mundo. Consequentemente, o reaproveitamento, a recuperação e a reciclagem de plásticos são extremamente importantes.

Essa abordagem ajuda a conservar recursos e desvia os plásticos de aterros sanitários ou destinos indesejados, como os oceanos. Além disso, a reciclagem de resíduos plásticos reduz nossa necessidade de mais combustíveis fósseis, economiza energia, espaço para aterros e emissões de dióxido de carbono e outros gases de efeito estufa.

Processo de Reciclagem de Plástico

A reciclagem de plástico é dividida em algumas etapas distintas. Geralmente, essas etapas permanecem as mesmas para a maioria dos tipos de instalações de reciclagem, mas certas etapas podem ser combinadas ou omitidas em algumas situações.

Etapa 1: Coleta

A primeira etapa do processo de reciclagem é sempre coletar o material plástico a ser reciclado.

Esta etapa depende totalmente de empresas, restaurantes e público para descartar seus resíduos de plástico no local correto. Se o lixo plástico for descartado em lixeiras normais, ele não será reciclado, por isso é extremamente importante separar o lixo comum do lixo plástico.

Além disso, é ideal que os governos tenham um sistema de coleta seletiva que vai até as casas das pessoas ou empresas para coletar os resíduos plásticos. Se isso não for possível, os pontos locais de coleta de plástico devem ser de fácil acesso para o público. Tornar mais fácil e conveniente para as pessoas o descarte correto de resíduos de plástico é fundamental para promover a reciclagem.

Etapa 2: Classificação

Depois que os plásticos são coletados e transportados para uma instalação de reciclagem, a próxima etapa é a triagem.

As máquinas classificam os plásticos em diferentes áreas com base em uma infinidade de propriedades que geralmente dependem da instalação de reciclagem ou do produto final que está sendo produzido.

Os plásticos são geralmente classificados de algumas maneiras comuns, como o tipo de plástico (material com o qual é feito), a cor do plástico ou mesmo como foi feito. Isso é importante porque diferentes tipos de plástico devem ser processados de maneiras diferentes e algumas instalações de reciclagem só são capazes de reciclar um tipo de plástico.

Se o tipo errado de plástico for processado na instalação incorreta, isso pode reduzir a eficiência de todo o processo.

Etapa 3: Lavagem

Assim como com roupas, frutas / vegetais e muitas outras coisas, os plásticos devem ser lavados antes de serem processados. O objetivo dessa etapa é remover as impurezas e tudo o que não é feito de plástico.

A maioria dos recipientes e embalagens contém etiquetas, adesivos ou até resíduos de alimentos que devem ser removidos. Esses resíduos não plásticos não podem ser reciclados e podem fazer com que o produto final tenha uma integridade estrutural pobre.

Etapa 4: Redimensionamento

O redimensionamento consiste em triturar ou granular os resíduos plásticos em pequenas partículas. Isso aumenta a área de superfície do plástico, tornando-o mais fácil de processar, remodelar e transportar, se necessário.

Além disso, dá às instalações de reciclagem uma última oportunidade para remover qualquer resíduo não plástico que tenha passado pelas três primeiras etapas de processamento. Isso geralmente é feito com detectores de metal ou ímãs que ajudarão a remover qualquer metal restante na mistura.

Etapa 5: Identificação e Separação

As pequenas partículas de plástico são testadas para determinar sua qualidade e classificação.

A primeira qualidade testada é a densidade. Isso é feito flutuando as partículas em um grande tanque de água. Partículas menos densas que a água irão flutuar e partículas mais densas irão afundar.

Em seguida, sua classificação de ar é determinada. A classificação do ar é um termo oficial para definir a espessura de uma partícula. Isso é feito em um pequeno túnel de vento. Os pedaços menores voarão mais alto no túnel e os maiores permanecerão mais baixos.

Duas outras características para as quais os plásticos são comumente testados são o ponto de fusão e a cor. Estes são determinados pela coleta e análise de amostras de cada lote de partículas de plástico.

Etapa 6: Composição

A etapa final do processo de reciclagem ocorre quando as partículas de plástico são transformadas em materiais reciclados que podem ser usados para produção futura. Nesta etapa, as pequenas partículas são fundidas juntas em placas de plástico, que podem então ser usados na produção de outros produtos plásticos.

Ao longo desse processo, o plástico pode ser movido para diferentes fábricas especializadas em diferentes etapas do processo. Pode consumir muita energia e, quanto mais bem informados sobre o processo, mais podemos reduzir o tempo e a energia que ele requer.

Desafios para a Reciclagem de Plástico

A reciclagem de plásticos enfrenta muitos desafios. Nós, consumidores, desempenhamos um papel muito mais crítico do que podemos imaginar – dependendo de como usamos nossos produtos e em que forma os descartamos, determina seu valor e qualidade pós-uso. Pense nisso.

Referência: British Plastics Federation

Descartáveis com Amor? Compartilhe