Como Fazer um Plano de Negócios

Um plano de negócios é mais do que um documento. É um guia que o ajuda a delinear e atingir seus objetivos. É também uma ferramenta de gestão que permite analisar resultados, tomar decisões estratégicas e mostrar como seu negócio irá operar e crescer.

Se você está pensando em abrir um negócio ou planeja divulgar seu negócio para investidores, continue a leitura e aprenda a escrever um Plano de Negócios que aumenta suas chances de sucesso.

Por que Fazer um Plano de Negócios?

Você ainda não tem certeza se um plano de negócios vale o tempo e o investimento? Você não pode simplesmente começar e administrar seu negócio? Você poderia, mas estaria perdendo alguns benefícios importantes que um plano de negócios oferece. Ter um plano de negócios o ajudará das seguintes maneiras:

  • Ajuda seu negócio a crescer mais rápido – Escrever um plano de negócios é estabelecer uma base para ajudar seu negócio a crescer. Sem um plano de negócios como linha de base, será muito mais difícil rastrear seu progresso, fazer ajustes e ter informações históricas prontamente disponíveis para referência ao tomar decisões difíceis;
  • Favorece as possibilidades de financiamento – Investidores e credores precisam saber que você tem um conhecimento sólido da trajetória de seus negócios. Você precisa provar que há uma necessidade alcançável e sustentável para sua solução, que você tem uma estratégia de negócios forte e que seu negócio pode ser financeiramente estável. Escrever seu plano de negócios ajuda a juntar todas essas peças e criar conexões entre elas para contar uma história coesa sobre sua empresa;
  • Possibilita decisões estratégicas confiantes – Tendo um plano de negócios escrito que você analisa regularmente, você pode tomar decisões seguras. Você terá todas as informações necessárias para saber quando poderá contratar novos funcionários, lançar uma nova linha de produtos ou fazer uma compra importante. Ao mesmo tempo, você também pode planejar com antecedência caso uma decisão não funcione conforme o esperado, minimizando o risco potencial.

Como Escrever um Plano de Negócios

O objetivo é fazer o seu plano de negócios para que você possa se concentrar na construção do seu negócio.

Seja Breve

Os planos de negócios devem ser curtos e concisos. O raciocínio para isso é duplo:

Primeiro, você deseja que seu plano de negócios seja lido. Ninguém vai ler um plano de negócios de 100 ou mesmo 40 páginas. Claro, você pode precisar de documentação de apoio para seções específicas, mas pode incluir esses elementos em seu apêndice.

Em segundo lugar, seu plano de negócios deve ser uma ferramenta que você usa para administrar e expandir seus negócios. Algo que você continua a usar e refinar com o tempo.

Escreva seu plano usando uma linguagem que seus investidores entendam. Mantenha as explicações sobre seu produto simples e diretas, em termos que todos possam entender. Você sempre pode usar o apêndice do seu plano para fornecer as especificações completas se necessário.

Estabeleça Metas e Objetivos

Você deve saber o que deseja obter do seu negócio com antecedência. Saber o que você está tentando realizar pode ajudá-lo a desenvolver estratégias especificamente para atingir essas metas.

Mesmo que você não tenha todos os marcos ou mesmo etapas específicas em mente para alcançar seus objetivos antes de começar, seu plano de negócios ajudará a definir métricas de sucesso, definir suas metas e desenvolver ainda mais os elementos de seu negócio para atender a objetivos específicos. Você só precisa de uma visão ou até mesmo de metas ambiciosas para começar a definir melhor o que é importante.

Seções de um Plano de Negócios

Todo plano de negócios precisa cobrir 6 seções essenciais. Esta é uma visão geral rápida de cada seção:

  1. Sumário Executivo – O sumário executivo é uma visão geral de seu negócio e seus planos. Ele vem em primeiro lugar em seu plano e, de preferência, tem apenas uma ou duas páginas;
  2. Oportunidade – A seção de oportunidades responde a estas perguntas: O que você realmente está vendendo e como está resolvendo um problema (ou “necessidade”) para o seu mercado? Quem é o seu mercado-alvo e a sua concorrência?;
  3. Execução – No capítulo de execução do seu plano de negócios, você responderá à pergunta: como você vai aproveitar a sua oportunidade e transformá-la em um negócio? Essa seção cobrirá seu plano de marketing e vendas, operações e seus marcos e métricas para o sucesso;
  4. Resumo da empresa e da gestão – Os investidores procuram ótimas equipes, além de ótimas ideias. Use este capítulo para descrever sua equipe atual e quem você precisa contratar. Você também fornecerá uma visão geral rápida de sua estrutura jurídica, localização e seu histórico se já estiver em funcionamento;
  5. Plano financeiro – Você pode começar com uma previsão de vendas, demonstração de fluxo de caixa, demonstração de resultados (também chamada de lucros e perdas) e seu balanço patrimonial;
  6. Apêndice – Se precisar de mais espaço para imagens de produtos ou informações adicionais, use o apêndice para obter esses detalhes.

Dicas e Recursos

Agora que você escreveu seu plano de negócios, aqui estão algumas dicas para ajudar a destacar seu projeto:

  • Evite o excesso de otimismo: Fornecer estimativas de vendas não razoáveis pode prejudicar suas chances de obtenção de financiamento.
  • Seja conciso: tudo o que você precisa é de 10 a 15 páginas, desde que o plano seja claro, conciso e contenha todas as informações relevantes;
  • Revisão: Erros ortográficos, de pontuação e gramaticais podem afastar credores e investidores em potencial, desviando sua atenção do negócio e colocando-a nos erros que você cometeu. Se escrever e editar não são seu ponto forte, você pode contratar um redator profissional, editor de texto ou revisor.
Mais Informações sobre este assunto na Internet:
Descartáveis com Amor? Compartilhe